Screen Shot 2017-04-22 at 23.14.39

Nove verdades e uma mentira sobre Gestão de Projetos de Software

No meu LinkedIn fiz uma versão da brincadeira “Nove verdades e uma mentira” que possivelmente deve ter aparecido no seu feed do Facebook. Minha versão é sobre processos ágeis (ou não) e o post teve uma repercussão inesperada. Mais de 30.000 visualizações, centenas de comentários, likes e shares. Caso não tenha visto dê uma olhada:

https://www.linkedin.com/hp/update/6260416553783738368

Bem, no post várias pessoas exigiram uma resposta mais completa de qual ponto é mentira. Isso fez eu investir um tempo nesse feriado de Tiradentes para gravar um vídeo e postar referências. Aqui vai:

“9 verdades e 1 mentira” no LinkedIn from Aspercom on Vimeo.

 

Segue abaixo as referências:

1. RUP é um método ágil

Agile and Rational Unified Process (RUP)?
Scott Ambler
https://www.ibm.com/developerworks/community/blogs/ambler/entry/agile_and_rational_unified_process?lang=en

 

2. Kanban pode ser usado para Gestão de Projetos e com previsibilidade superior a alternativas de mercado.

Project Management with Kanban (série de 4 artigos)
David J. Anderson
http://www.djaa.com/project-management-kanban-part-1

Lean-Kanban North America 2015 – Kanban for the Win
Eric Brechner (líder de engenharia do projeto XBox One na Microsoft)
https://www.youtube.com/watch?v=yrRFTaw-Ni4

 

3. Kanban convive tranquilamente com Scrum

State of Agile Report
Version One
http://stateofagile.versionone.com/

Agile Vale 2011: O que é Kanban e por que se importar com ele?
https://vimeo.com/17936547
(vá no segundo 37:14 – case da SulAmerica)

 

4. Quem diz que CMMi é essencialmente burocrático é burro.

CMMI or Agile: Why Not Embrace Both!
Hillel Glazer, Jeff Dalton, David Anderson, Michael D. Konrad, Sandra Shrum
http://resources.sei.cmu.edu/library/asset-view.cfm?assetID=8533

 

5. O modelo cascata é um Fluxo Contínuo

YOW! 2012 – The Practical Science of Batch Size
Don Reinertsen
https://yow.eventer.com/yow-2012-1012/the-practical-science-of-batch-size-by-don-reinertsen-1269

 

6. Nós teremos o Lean Kanban Brazil em Outubro…

Acessem! Se registrem na página para novidades, promoções e sorteios!
http://leankanban.com.br

 

7. Eu não preciso estimar esforço para ter previsibilidade.

AgileTrends 2013 – Estimar ou não estimar – eis a questão
Rodrigo Yoshima
https://www.youtube.com/watch?v=2k3IZUgQtDg

HashTag #NoEstimates no Twitter
https://twitter.com/search?q=%23NoEstimates

 

8. Há projetos e ambientes que não precisam de agilidade.

A mesma lógica que você usaria para definir o tamanho de lote de entrega nos ambientes que citei no vídeo você usaria para definir o quão ágil você precisa ser. Exploro isso no nosso Treinamento Kanban (KMP I).

 

9. Product Owners e ScrumMasters são incompatíveis com ambientes complexos.

Complexidade e o Agile – Série de Artigos
Rodrigo Yoshima
http://blog.aspercom.com.br/2016/07/08/complexidade-agile-historia-peculiar/

 

10. Shu-ha-ri é uma boa metáfora de aprendizado. Primeiro temos que seguir as regras, para depois questioná-las e assim quebrá-las.

Christiano Milfont
http://www.produtoreativo.com.br

Thread no meu Facebook
https://www.facebook.com/rodrigo.yoshima/posts/1203611953005044

Shu-ha-ri – Alistair Cockburn
http://alistair.cockburn.us/Shu+Ha+Ri

 

Deixe seu comentário!

About The Author

rodrigoy

Instrutor e Consultor Sênior - ASPERCOM

Deixe sua opinião!

1 Comment

  • Thomaz Ribas

    Reply Reply 24/04/2017

    Valeu pela devolutiva! Estou ainda mais certo só meu voto no 10..rs E simbora estudar mais sobre a teoria da complexidade 😉

Leave A Response

* Denotes Required Field